Como calcular o preço de venda de um produto? Confira agora mesmo

01/05/2020 12:26

    

Saber como calcular preço de venda de um produto é um desafio e tanto, não é? Ainda mais quando se trata de iniciar um novo negócio e cativar o público com vantagens competitivas. No entanto, existem diversos fatores que você precisa levar em consideração para chegar a uma boa decisão.

Outro ponto que vale a pena citar é que a precificação torna-se um fator decisivo para a sobrevivência e o crescimento do empreendimento em longo prazo. Sendo assim, o mais indicado é encontrar o equilíbrio entre o lucro e a quantia que o consumidor está disposto a pagar.

Quer saber mais? Vamos tirar todas as suas dúvidas sobre como calcular preço de venda de um produto. Acompanhe!

    

Garanta a margem de lucro desejada

A margem de lucro é a grande protagonista na hora de calcular o preço de um produto. Isso acontece porque se trata da porcentagem que volta para o bolso do vendedor ao concluir uma venda depois de arcar com todos os custos.

O mais importante é ter uma noção clara desse valor para garantir o retorno financeiro desejado, cobrir os gastos iniciais e tornar seu produto competitivo no mercado. Além disso, não existe uma margem de lucro ideal para cobrir todas as despesas. Você precisa buscar equilíbrio constantemente em uma rentabilidade responsável.

    

Como calcular preço de produto

    

Nesse caso, uma política de preços bem aplicada deve garantir muito além de sobrevivência ao negócio, já que valores muito altos afastam os compradores e baixos demais comprometem as entradas de caixa.

    

Avalie os preços dos concorrentes

Para dizer que seu produto tem um preço imbatível e conquistar mais clientes, é preciso conhecer os valores dos concorrentes. A sua tabela de venda deve ser coerente com a praticada pelo mercado para garantir um bom retorno de caixa.

Entretanto, algumas campanhas específicas podem derrubar os preços quando for necessário. Para isso, é importante que as promoções sejam muito bem calculadas para não causarem dificuldades futuras.

    

Como calcular preço de produto

    

Assim, fica mais fácil aplicá-las quando os fornecedores baixarem valores ou ocorrerem situações semelhantes em condições específicas. Sem contar que uma guerra de preços com a concorrência costuma ser muito prejudicial quando se desconhece as facilidades de compra de outros negócios.

    

Conheça os custos fixos e variáveis

Ao comprar grandes volumes de determinado item, torna-se complicado determinar seu valor unitário, por exemplo. Pensando nisso, antes de tudo, coloque na ponta do lápis o preço de cada peça usando um cálculo bastante simples. Basta dividir o valor pago pela quantidade de itens que veio no pacote.

Para chegar a uma estratégia eficiente de precificação, também é preciso considerar os custos fixos e variáveis. Os variáveis são os que dependem do número de vendas e sofrem alterações conforme os acontecimentos de cada mês. Entre os principais estão:

  • gastos com emissão de boleto;
  • substituição de itens avariados;
  • comissão de vendedores;
  • envios e embalagens;
  • visitas especiais aos clientes.

    

Como calcular preço de produto

    

Os custos fixos são aqueles que precisam ser pagos independentemente da quantidade de vendas realizadas no mês. Ou seja, para garantir que tudo funcione, mesmo que seja de modo enxuto, você precisa ter, pelo menos, esses valores em caixa. Veja, a seguir, os principais:

  • aluguel da loja ou espaço de venda;
  • boletos emitidos aos fornecedores;
  • salários dos colaboradores;
  • internet;
  • transporte de mercadorias.

    

Como calcular preço de produto

    

De modo geral, após calcular quantos itens precisam ser vendidos para pagar os custos operacionais, o que sobrar pode ser considerado como lucro. Se dez peças que estão na moda já pagam as despesas, a partir disso começa a contagem dos lucros.

    

Pense no tempo investido

Muitas vezes, o valor de um produto vai além dos aspectos financeiros. Nele, também entra o tempo investido em todo o processo de venda. Em um mercado cada vez mais competitivo, os fatores relacionados ao operacional de vendas precisam entrar como diferenciais na hora de oferecer uma peça ao consumidor final.

    

Como calcular preço de produto

    

Também vale levar em consideração o modo como o produto será vendido. Quando a venda ocorre em uma loja situada perto de vários concorrentes, obviamente, os preços devem ser bastante competitivos para chamar a atenção do público. No entanto, se for o caso de um empreendedor que vende de maneira autônoma para aumentar a renda, existe a possibilidade de fazer alguns acréscimos ao valor final.

    

Saiba agregar valor

Para quem não faz vendas em grandes volumes dentro de uma loja, o mais indicado é agregar valor ao produto. Essa medida ajuda muito a determinar quanto o consumidor está disposto a pagar e acelera a decisão de compra em alguns estágios.

Se você conseguir mostrar as qualidades da peça oferecida considerando o dia a dia dos clientes e destacar o custo-benefício, certamente, o número de vendas aumentará. Com o passar do tempo, torna-se cada vez mais fácil precificar os itens com esse tipo de visão estratégica.

Além disso, a alta procura por um produto também cria a possibilidade de cobrar mais alto. O grande segredo é conhecer bem o seu público, os seus hábitos de compra e a linguagem adequada. Só assim será possível estabelecer conexões que impulsionem suas vendas.

    

Ouça seu consumidor

Por falar em conhecer seus clientes, ouvir o que eles têm a dizer é um verdadeiro divisor de águas na precificação de produtos. Saiba que nenhum tipo de negócio consegue se destacar da concorrência e tomar boas decisões sem saber qual é o objetivo deles no mercado.

O melhor caminho é fazer uma série de pesquisas e descobrir quanto seu cliente está disposto a pagar por determinado produto. Com essas informações em mãos, você saberá quantas vezes pode fazer alterações de preços.

    

Como calcular preço de produto

    

Receber o feedback dos consumidores também ajuda a criar necessidades de compras. Dessa maneira, os clientes podem adquirir uma peça e já pensar nas próximas, que complementam as vendas.

Pronto! Agora você já sabe como calcular preço de venda de um produto. Uma boa sugestão é aproveitar essas dicas para a revenda de roupas de moda fitness. Esse negócio tem grandes chances de expansão, assim, a possibilidade de se destacar da concorrência, fidelizar clientes e obter bons lucros é significativa.

Gostou das informações deste artigo? Então entre em contato com a Fitmoda e conheça diversos produtos de qualidade e soluções para a revenda de roupas fitness.